logo Mala Maternidade da mãe: saiba a importância desse item e o que levar! - lillo

Mala Maternidade da mãe: saiba a importância desse item e o que levar!

Compartilhe nas redes:
Publicado em A chegada do bebê, Bebê, Preparativos

Durante a gestação, é comum que os pais pensem em todos os preparativos para o nascimento do bebê. Porém, tão importante quanto esse evento, é preparar uma boa mala maternidade da mãe para o dia do parto. 

Os meses que antecedem o nascimento do novo membro da família envolvem momentos de muito aprendizado, emoção e preparativos, como enxoval, decoração do quarto e a mala maternidade do bebê.

No entanto, esse momento também é decisivo para a mamãe e, portanto, fundamental que ela também prepare seu enxoval, inclusive a mala maternidade da mãe.

A mala maternidade é um item essencial no enxoval do bebê e da mãe, pois é nela que os pais colocam os objetos que serão essenciais nos primeiros dias de vida do bebê e da mãe na maternidade.

Porém, é comum que pais de primeira viagem acabem se concentrando muito nas necessidades do bebê e se esqueçam que as mamães também precisam montar uma mala maternidade.

Mala maternidade da mãe

A mala maternidade da mãe faz parte do enxoval da mais nova mamãe. Por isso, é importante prepará-la de modo a deixá-la qualificada e funcional, para que no pós-parto tanto mãe como bebê tenham mais conforto.

A Lillo separou alguns itens que são indispensáveis à mala maternidade da mãe. 

Uma imagem contendo pessoa, mulher, segurando, menina

Descrição gerada automaticamente

Itens de higiene pessoal

A princípio, os itens de higiene pessoal são indispensáveis. Assim, é fundamental reservar um espaço da mala maternidade da mãe  para colocar escovas de dente, pasta dental, toalha de corpo e rosto, desodorante, maquiagem – caso sinta necessidade – e absorventes.

Nesse último item, se a mulher preferir, pode optar por usar calcinhas absorventes especiais para o pós-parto.

Depois, chega o momento de escolher as vestimentas mais confortáveis para os 2 ou 3 dias de observação no hospital. É importante começar pelas roupas íntimas. Preze pelo conforto, e escolha sutiãs que não possuam renda e não sejam tão apertados.

Vestimentas e roupas íntimas 

Além disso, caso a mãe queira levar roupas do dia-a-dia para a sua estadia na maternidade, também é possível. No entanto, a maioria das gestantes costumam colocar na mala maternidade da mãe  entre 3 e 4 pijamas.

Isso porque trata-se de uma peça confortável e versátil, ainda mais se acompanharem casaquinhos e roupões para o dia de visitas. 

Os primeiros dias no hospital são essenciais para a mãe aprender a amamentar o bebê. Por isso, todas as suas peças de roupa devem ser práticas, sem renda e costuras que irritam a pele, contendo também aberturas na região do seio para facilitar a pega do bebê.

Tratando-se de amamentação, é importante que as mães levem conchas e absorventes para os seios, extensores de sutiãs e algumas pomadas cicatrizantes. 

Além disso, é fundamental levar de 4 a 6 calcinhas devido aos possíveis sangramentos no pós-parto. Não menos importante: leve algumas meias que não sejam apertadas, mas que esquentem bastante, pois o hospital costuma ser um ambiente frio por causa do ar-condicionado.

Na hora de organizar a mala da maternidade, muitas mães costumam esquecer de um item essencial: o chinelo. Algumas mães preferem levar alpargatas ou sapatilhas, mas recomenda-se chinelos, por serem mais confortáveis.

Além disso, é importante levar roupas ainda mais folgadas para aqueles momentos que antecedem o parto. Nesse momento, é comum que as mães sentem-se em uma doula e façam movimentos com auxílio de enfermeiras e de seu companheiro.

O papel da doula é fundamental no trabalho de parto, bem como o uso de tops confortáveis. 

Assim, leve dois pares (um para o banho, e outro para circular pelo hospital). Separe também um sapato e uma muda de roupa para o dia de receber alta e voltar para casa.

Documentos da mãe e do pai

Por fim, não se esqueça de levar os documentos da mãe e do pai, como RG e CPF, carteirinha do plano de saúde. Além disso, o hospital também solicita os seguintes documentos: carta do médico obstetra ou ginecologista; cartão do pré-natal ou cartão da gestante; últimos exames feitos durante a gestação; e plano de parto, se existir.

Mala maternidade do pai

Os papais também têm direito à sua mala maternidade. Afinal, eles estarão presentes durante os 2 ou 3 dias de observação. Por isso, os pais devem levar itens semelhantes ao das mamães, começando pelos pijamas.

Além disso, leve também chinelos, itens de higiene pessoal, uma muda de roupa para o dia de alta e documentos.

Uma imagem contendo pessoa, bebê, no interior, segurando

Descrição gerada automaticamente

Mala maternidade do bebê

A mala maternidade do bebê contém, basicamente, os mesmos itens da mala da mamãe; ou seja, roupas, itens de higiene, acessórios como presentinhos e a decoração do quarto do bebê e o bebê conforto do carro.

Durante os 2 ou 3 dias de observação do bebê na maternidade, é possível que ocorram quatro ou mais trocas de roupa para o bebê. Portanto, leve, em média, 4 peças de cada roupa. Quatro macacões, bodies, calças, meias e fraldas.

Uma boa dica para ajudar as enfermeiras é organizar as roupas do bebê em um saquinho específico para cada dia. Leve também duas mantas, caso esteja no verão.

Se for inverno, opte por uma manta e um coberto, pois, como se não bastassem as baixas temperaturas, não se esqueça do frio no hospital devido ao ar-condicionado.

Além disso, separe um espaço na mala maternidade do bebê para colocar dois pares de luvinhas e touca.

Mulher segurando uma mala de viagem

Descrição gerada automaticamente

A respeito dos itens de higiene, leve algumas toalhinhas de boca, duas fraldas de pano, duas toalhas fraldas (do tipo de toalha que tem a fralda dentro), pois são macias e não machucam a pele do bebê.

Além disso, carregue consigo um sabonete líquido para a cabeça, outro para o resto do corpo, e cotonete – não é necessário levar a caixa toda, leve apenas 5 em um saquinho higienizado.  

Leve também Álcool 70%; pomada antiassaduras; lenço umedecido (de preferência os hipoalérgicos); um pacote de fraldas recém-nascido; um saquinho plástico para roupa suja; um trocador, e, por fim, dois cueiros.

Caso queira levar chupeta, é uma opção que vai depender da vontade dos pais.

Pode ser que a mamãe queira levar seu vestido ou camisola favoritos que está usando durante a gestação. Para garantir que não irá esquecer de nada, coloque na mala maternidade algumas opções de pijamas e roupas que não esteja usando no momento.

Conforme for chegando mais próximo à data do parto, altere para as roupas que deseja levar.

Dessa forma, caso ocorra um parto prematuro ou emergencial, algumas roupas já estarão de prontidão. Já os itens de higiene podem ser comprados e arrumados na malinha.

Com relação aos xampus e condicionador, uma boa dica é ir colocando os dois em pequenos frascos próprios para necessaire de viagem, garantindo que seus cosméticos favoritos sejam levados para a maternidade.

Por fim, não deixe para arrumar a mala na última hora, viu?

Uma imagem contendo Diagrama

Descrição gerada automaticamente

Separei o que vou levar! E agora, qual modelo escolher?

Atualmente, as marcas especialistas em gestação, bebês e puerpério fabricam não só modelos de malas, como também bolsas e mochilas maternidade da mãe e do bebê

Por mais que sejam diferentes quanto ao modelo, o importante é que a mala seja funcional para cada estilo de vida dos pais e do bebê.

A mala maternidade é a principal escolha dos pais de primeira viagem, pois ela contém um amplo espaço que acomoda bem as roupas da mãe, do bebê, fraldas e acessórios.

Além disso, a mala também pode ser reaproveitada no futuro, em passeios e viagens longas.

Já a bolsa maternidade é especialmente feita para o dia-a-dia, passeios curtos, como idas ao pediatra ou casa dos avós. Ela oferece maior praticidade justamente por ser menor e mais fácil de carregar, possuindo diversos compartimentos internos para prender mamadeiras.

Além disso, conta com bolsos laterais – internos e externos – facilitando a vida dos pais que precisam pegar algum objeto com certa urgência, sem precisar vasculhar o lado de dentro.

A mochila maternidade é ideal para qualquer ocasião, isso porque são mais informais e confortáveis para carregar. Ela ganha o coração dos pais que estão à procura de mais praticidade, pois são mais espaçosas e por terem alças para as costas.

Isso faz com que o peso seja dividido entre os dois ombros e não cause problemas como tendinite em um ombro só. Esse modelo também deixa as mãos e braços livres para a mãe segurar mais firmemente seu bebê.

A mala maternidade da mãe, assim como do pai e do bebê é um item indispensável para os dias em que a família deverá permanecer em observação no hospital, pois ela contém tudo que é necessário para o bem-estar de cada.

Sendo assim, organize-a com antecedência para não deixar nada para trás. 

Por fim, caso os pais fiquem muito indecisos sobre qual o melhor modelo para o estilo de vida da família, algumas marcas vendem os três modelos (mala, mochila e bolsa) por um preço mais econômico.

Uma imagem contendo pessoa, pequeno, mulher, criança

Descrição gerada automaticamente

Diante de todas essas informações, agora os pais já sabem da importância da mala maternidade, e que devem organizá-la com com antecedência para que nada fique para trás.

Assim, você evita um estresse desnecessário para um momento tão importante e feliz que é a chegada do mais novo membro da família.