///Como proteger o bebê das doenças respiratórias de inverno

Como proteger o bebê das doenças respiratórias de inverno

Publicado em Saúde do Bebê em 03/03/2016

Conhecidas também como doenças de inverno, as doenças respiratórias em bebês são mais comuns nessa época do ano, quando a umidade do ar cai e o tempo seco prejudica a saúde do bebê, deixando-o favorável a crises respiratórias, como gripe, sinusite, pneumonia, asma e bronquite.

Na estação mais fria do ano, as pessoas costumam ficar aglomeradas, o que facilita a transmissão de vírus. Portanto, redobrar os cuidados com a saúde do bebê nunca é demais! Fique atenta às dicas a seguir para diminuir as chances de doenças de inverno.

Por não terem as defesas do organismo desenvolvidas, os recém-nascidos têm mais facilidade de contrair as doenças respiratórias. Caso o bebê ainda não tenha completado 4 meses de idade, o ideal é não levá-lo a lugares com aglomeração de pessoas, pois há maior circulação de vírus, bactérias e ácaros.

A vacina contra a gripe é importante na prevenção da doença em bebês. A partir dos 6 meses de idade, ele já pode ser imunizado. Procure o posto de saúde mais próximo e mantenha o calendário de vacinação do seu filho em dia.

Para diminuir o risco de doenças respiratórias, mantenha o quarto do bebê limpo e arejado. Também evite deixar objetos que acumulem pó, como bichinhos de pelúcia, tapetes, cortinas e almofadas. Quando for limpar a casa, deixe a vassoura de lado e opte por passar pano úmido no chão.

No tempo seco, a hidratação do bebê é indispensável. Para diminuir o ar seco no quarto do bebê, deixe uma toalha úmida ou balde de água perto do berço.

Outra dica importante é manter o bebê aquecido, mas sem exageros. O agasalho ajuda a manter a temperatura do corpo do bebê mais estável. Os acessórios de inverno, como gorrinho e luva, complementam a proteção contra o vento.