///Como proteger a pele do bebê do sol

Como proteger a pele do bebê do sol

Publicado em Cuidados com o Bebê em 09/03/2016

Quando o assunto é proteção da pele do bebê, o uso do protetor solar é indispensável. A mamãe costuma se preocupar com isso quando o bebê está exposto ao sol, no verão ou na praia, mas a pele do bebê requer proteção diária.

Segundo estudo realizado pela Sociedade Brasileira de Dermatologia de São Paulo, a maioria das pessoas acredita que o protetor solar é desnecessário em dias nublados. No entanto, os dermatologistas afirmam que a proteção contra os raios solares, principalmente nos bebês, deve ser feita com uso de bloqueador solar e chapéus durante o ano todo.

A pesquisa também concluiu que as crianças com menos de 3 anos de idade são as mais afetadas pela falta de proteção solar, já que 32% dos pais afirmaram que só aplicam o produto nos filhos quando eles estão mais crescidinhos. Além disso, 15% consideraram que, até os 2 anos de idade, a criança não precisa usar protetor solar.

O ideal é que após os 6 meses de idade o bebê utilize protetor solar com proteção contra os raios UVB e UVA, preferencialmente com fator 30. Antes disso, o bebê não deve ser exposto ao sol, porque tem a pele muito sensível. Sem proteção, o risco de queimaduras aumenta.

Quando for passar protetor solar no bebê, cubra a palma da mão com o produto, para proteger todo o corpo da criança. Além disso, a aplicação do protetor solar deve ser feita meia hora antes da exposição solar e repetida no primeiro contato do bebê com o sol, a cada duas horas, e também no caso de transpiração ou quando o bebê entrar na água.