logo Primeiro mês de gestação - lillo

Primeiro mês de gestação

Compartilhe nas redes:
Publicado em Fases da gestação

Até as primeiras 4 semanas e meia de gestação

Nas primeiras semanas de gestação, poucas mamães se dão conta de que estão grávidas. Isso acontece porque os sintomas da gravidez são parecidos com os da menstruação. Quando o ciclo é regulado, a desconfiança é quase sempre imediata. Porém, não se esqueça de que o atraso da menstruação nem sempre é sinal de gravidez. O estresse, por exemplo, pode prejudicar o ciclo menstrual.

Assim que a mulher descobre que está grávida, costuma-se contar aproximadamente cinco semanas, mas isso varia de acordo com cada descoberta. Os sintomas também são relativos, mas geralmente a mulher sente enjoos e se sente mais fragilizada emocionalmente. De qualquer forma, indica-se que ela procure um especialista imediatamente.

Os testes de farmácia detectam a presença do hormônio hCG na urina, que é produzido pelas células que formarão a placenta. A quantidade de hCG no corpo de uma mulher grávida aumenta rapidamente no decorrer das semanas. Quando o teste dá positivo, a chance de gravidez é quase certa, já que o corpo da mulher só é capaz de produzir hCG se houver um embrião (a não ser em casos em que o embrião é muito novo). Os testes sanguíneos, conhecidos como Beta-hCG, são capazes de detectar a gravidez sem falha já na primeira semana de gestação.

Todas as células do nosso corpo se originam de uma única célula: a célula-ovo. Na primeira e na segunda semana de gestação, a célula-ovo vai até o útero. Nesse momento, pode ocorrer um sangramento, com aparência mais escura e em quantidades menores que a menstruação. Quando isso acontece, não existe nenhum risco para o bebê: é apenas o corpo da mamãe se adaptando.

Na quarta semana de gestação, já existe um embrião com o tamanho de uma semente de maçã. Por volta da quinta semana, o coração começa a bater. No ultrassom, a imagem é de um feijãozinho, e as batidas do coração significam que os próximos meses serão cheios de descobertas e emoções. Bem-vinda à maternidade!