Publicado em Gravidez Saúde e Comportamento em 21/12/2017

Corte-Blog-Lillo_mamae-com-enxaqueca

Os hormônios na gestação e as alterações físicas resultam em mudanças no organismo da futura mamãe. O funcionamento lento do intestino é uma das consequências das ações hormonais. Lentamente, o crescimento do útero também influencia órgãos próximos, como bexiga e intestino, o que é normal. E o resultado dessas alterações são os terríveis gases intestinais, que podem ser acompanhados ou não de dores abdominais intensas. Apesar de serem alterações normais, é possível amenizar o problema. A seguir, confira dicas para diminuir o desconforto dos gases na gravidez:

  1. Evite alimentos pesados, que dificultam a digestão

Na gravidez, não é segredo que uma alimentação saudável é indispensável para o bem-estar. Para evitar os gases intestinais, os alimentos ricos em gorduras e açúcares que atrapalham a boa digestão devem ser evitados. O ideal é buscar uma dieta balanceada, com ajuda de um nutricionista especializado, pois cada gestante tem particularidades que devem ser levadas em consideração.

  1. Coma devagar e mastigue bem os alimentos

O ato de comer e mastigar rápido prejudica a digestão dos alimentos e aumenta os gases na gravidez. Para diminuir as chances dos gases e o desconforto causado pela sensação de barriga pesada, procure sempre se alimentar com tranquilidade, sem pressa. Se o hábito de se alimentar rapidamente já fazia parte da sua rotina, aproveite esse momento especial para uma mudança que só trará benefícios à sua saúde.

  1. Caminhe e faça exercícios leves

Sob orientação e liberação do seu obstetra, fazer caminhadas e exercícios leves pode ajudar a eliminar os gases intestinais com mais facilidade na gravidez. Mas atenção: as atividades físicas devem ser evitadas após as refeições, porque causam alteração na circulação do sangue e prejudicam a digestão. A caminhada antes da refeição é mais indicada, pois ajuda a reduzir a gordura e o açúcar no sangue.

  1. Beba água

A água não só mantém o organismo da futura mamãe hidratado, como também auxilia na digestão dos alimentos, o que ameniza os gases intestinais na gravidez. A água traz inúmeros benefícios à saúde, e na gravidez não é diferente: previne a constipação, ajuda no transporte de nutrientes às células, auxilia na regulação da temperatura do corpo, ajuda a eliminar as toxinas que causam a infecção urinária na gravidez, entre outros. Portanto, o líquido é essencial no dia a dia de quem não abre mão de ter uma gestação saudável.

  1. Use roupas confortáveis

Na gestação, prefira roupas mais soltinhas, que não apertem a região da barriga, para reduzir as chances de ter mais gases intestinais. Essa dica vale principalmente para a hora de dormir, que é quando a futura mamãe tem que se sentir ainda mais confortável. Além de prejudicar a digestão na gravidez, as roupas apertadas podem fazer com que os ácidos do estômago refluam para o esôfago, causando azia e refluxo.