Publicado em Gravidez Pós parto em 31/10/2017

LILLO-hiper-blog

O momento mais esperado chegou: o nascimento do bebê. Hora de levar o bebê para casa! Apesar de a atenção estar voltada para o novo membro da família, a mamãe também precisa de cuidados especiais. Os primeiros quarenta dias (5-6 semanas) após o nascimento do filho é o período do puerpério, também chamado de quarentena ou resguardo. Nessa fase, ocorre a recuperação pós-parto em um curto espaço de tempo, que vai além das modificações físicas.

Com a chegada do bebê, o trabalho dos hormônios no corpo da mulher diminui, resultando em alterações emocionais. Essas mudanças acontecem involuntariamente, ou seja, não é possível evitá-las. Por isso, a mamãe precisa do apoio e do carinho das pessoas ao seu redor. Leia a nossa matéria sobre depressão pós-parto e baby blues e saiba também como identificar a depressão pós-parto.

Puerpério: alterações físicas

No que diz respeito às mudanças físicas no pós-parto, com a queda dos níveis dos hormônios estrogênio e progesterona, o útero começa a voltar ao tamanho normal na quarentena (involução uterina), cerca de 1 cm por dia. Nesse período, a amamentação é uma grande aliada da mamãe, pois a sucção estimula a liberação de ocitocina, hormônio que auxilia a mulher a voltar à forma física após o parto.

Na fase do puerpério, outro acontecimento normal e que independe do tipo de parto é o sangramento vaginal, chamado de lóquio. Enquanto o útero se contrai para voltar ao normal, ocorre a eliminação de secreções. Nos primeiros dias (2 a 4 dias), o sangue é vermelho com fluxo intenso, podendo ser confundido com menstruação. À medida que o fluxo diminui, o sangue fica mais claro (rosado), até amarelar ou esbranquiçar.

No caso de parto normal, pode ser que aconteça a incontinência urinária no puerpério. A perda involuntária da urina não é uma doença, mas sim um sintoma. Para diminuir as chances de incontinência urinária no pós-parto, a futura mamãe pode realizar exercícios que fortalecem a região pélvica durante a gestação, sob orientação profissional.

Cuidados no período do puerpério

O Ministério da Saúde recomenda alguns cuidados especiais no período do puerpério:

Parto normal: se houve corte próximo à vagina (episiotomia), mantenha a cicatriz bem limpa, lavando-a durante o banho ou após urinar e evacuar; seque bem o local. A região em cicatrização pode ficar dolorida, e os pontos caem sozinhos. Em março de 2017, o governo lançou diretrizes para reduzir as intervenções desnecessárias no parto, entre elas, a episiotomia.

Parto cesariana: mantenha a cicatriz bem limpa, lavando-a durante o banho e secando-a bem. Os pontos deverão ser retirados em 8 a 10 dias. Siga todas as orientações do seu médico.