Publicado em Fases da gestação em 01/08/2016

É chegada a reta final da gravidez! O nono mês de gestação começa na 37ª semana e o nascimento do bebê a partir dessa fase é considerado “a termo”. Isso significa que o bebê está maduro para vir ao mundo e não corre mais risco de nascer prematuro. Apesar disso, o nascimento pode ocorrer entre 37 e 42 semanas de gestação. Essa variação da semana do nascimento, quando a gestação é saudável e segura, não é prejudicial à mamãe ou ao bebê. Por isso, consultas e exames são indispensáveis para a fase final da gestação.

Nesse momento, a ansiedade costuma tomar conta da futura mamãe, porque espera que tudo aconteça como desejado, principalmente na hora do parto. O que é normal, afinal, ela não vê a hora de ter o pequeno em seus braços. Mas, embora tenha planejado o parto normal, as condições de saúde do bebê ou da mamãe, a posição do bebê, entre outros fatores, são o que define o tipo de parto ideal para o nascimento do filho. Portanto, para ficar mais tranquila, tenha em mente que o melhor será feito para que tudo ocorra bem.

Em relação aos sintomas do nono mês de gestação, se o bebê muda de posição e fica de cabeça para baixo, a mamãe sente mais vontade de fazer xixi, porque ele está bem próximo à bexiga. Em contrapartida, ela sente um alívio para respirar, o que antes era mais difícil. Outros possíveis sintomas são: intestino preso, dificuldade para dormir por causa do “barrigão”, dores nas costas e nas pernas, inchaço nos pés, tornozelos e mãos. Eventualmente, o colostro (leite materno), que está em produção, pode gotejar das mamas.

Já o bebê está bem crescidinho na barriga da mamãe e mede aproximadamente entre 45 e 50 cm e pode pesar cerca de 3 kg. Ele continua ganhando força para se preparar para a hora do parto. O coração do bebê bate muito rápido, cerca de 110 a 150 vezes por minuto. Para comparar, os batimentos cardíacos de um adulto não ultrapassam 90 por minuto. No nono mês de gestação, o bebê também já tem seu sistema respiratório completo, o que permite que ele respire sozinho fora da barriga, sem auxílio do cordão umbilical.

Uma das maiores dúvidas dessa fase é como saber se chegou a hora do parto. A resposta é simples, mas exige atenção da futura mamãe. Existem as falsas contrações e as verdadeiras contrações, que têm sintomas parecidos, e isso pode confundir quem está prestes a ganhar um bebê. Para saber se o trabalho de parto está se aproximando, a mamãe precisa identificar os sinais falsos, conhecidos como contrações de Braxon Hicks ou contrações de treinamento, que acontecem em intervalos irregulares e costumam ser indolores.

Quando a mamãe está no começo do trabalho de parto, o intervalo entre as contrações é regular, como de 15 em 15 minutos, 10 em 10 e 5 em 5. Essa é a principal diferença em relação às falsas contrações, que costumam ocorrer a partir da 35ª semana e podem acontecer até o final da gravidez. Diferentemente das falsas contrações, nas contrações verdadeiras a futura mamãe sente dor e fica com a barriga dura por inteiro. Mas somente o ginecologista poderá identificar o tipo de contração. Por isso, não hesite em ligar rapidamente. Para evitar imprevistos, deixe as malas prontas, o telefone da maternidade em mãos e boa hora!