Publicado em Estou grávida Gravidez em 08/08/2018

Ah a gestação… Período em que as novas mamães ficam mais sensíveis e choronas, a barriguinha começa a surgir, os enjoos tornam-se frequentes e o corpo começa a passar por grandes transformações físicas, e entre essas transformações está o crescimento dos seios.

As transformações nos seios durante a gravidez já podem ser sentidas logo nas primeiras semanas de gestação e ocorrem porque o hormônio do estrogênio favorece o aumento do volume das mamas, tornando-os maiores e mais pesados, assim como o aumento do nível de lactogênio, preparando a futura mamãe para o nascimento do bebê e da amamentação. Segundo a ginecologista e obstetra Vânia Carolina Stancka, “as mamas aumentam de volume, os mamilos ficam mais sensíveis e mais escurecidos, além do inchaço intenso que permanecerá por no mínimo nove meses. Isso ocorre porque aumenta a circulação sanguínea na área”, declara.

É muito comum também durante este período o aparecimento de estrias, rachaduras e de sangramentos que podem ser evitados e reduzidos com alguns cuidados básicos. Confira abaixo algumas dicas para prevenir esses problemas:

Como se preparar?

Durante a gravidez é possível preparar os seios para a amamentação. A primeira orientação é hidratar bem a pele para dificultar o surgimento das famosas estrias, evitando a região dos mamilos. Utilizar ativos que contenham vitamina E, colágeno ou óleos vegetais é indicado.  Vale lembrar que produtos que contenham ureia não são recomendados, pois fazem mal para o bebê. “As estrias ocorrem quando há um estiramento de pele muito grande em pouco tempo. Portanto, controlar o ganho de peso e hidratar o abdômen e as mamas são medidas preventivas”, orienta Vânia Stanck.

Rachaduras

Uma das principais causas das rachaduras é a pegada incorreta do bebê no mamilo, que não deve ser no bico e sim na auréola. Outra dica para evitar fissuras é o uso de absorventes descartáveis na região, deixando a área seca. É importante ressaltar que as mamães evitem que a pele ferida encoste no sutiã – para isso, conchas protetoras são muitos úteis. A Lillo possui uma linha de produtos especiais para as mamães. Confira em nosso site.

Sangramento

É importante ressaltar que uma das causas do sangramento durante a amamentação é o aumento da vascularização dos alvéolos e das mamárias. Outra situação que pode fazer com que o sangramento apareça, são as rachaduras muito profundas, mas, normalmente, não impede que a mãe continue amamentando. Diante dessa situação é recomendado que a mulher fique atenta e procure um acompanhamento médico.

O que usar?

Para finalizar, a última dica é investir em sutiãs e lingeries que mantenham as mamas confortáveis e com sustentação. Lembre-se: quanto mais confortável e no tamanho ideal, melhor ele é! “O indicado é usar tops e lingeries confortáveis e específicas para as gestantes. Com o aumento da barriga, evite usar sutiã com ‘ferrinho’ pois isso pode causar algum incômodo. Procure dormir de top para dar suporte às mamas, já que estão mais sensíveis”, conclui Vânia Stanck.