Publicado em A chegada do bebê em 20/01/2017

Planejar as primeiras visitas ao recém-nascido na maternidade é essencial para a tranquilidade da mamãe e do bebê. Apesar da ansiedade para conhecer o novo membro da família nos primeiros dias de vida, a saúde e o bem-estar da criança e também da mamãe devem ser priorizados, porque ambos estão em um momento muito íntimo e delicado.

Nas primeiras horas de vida, o bebê ainda está se adaptando ao ambiente externo. Já o descanso e o sossego para a mamãe são indispensáveis na recuperação pós-parto. Portanto, para ter menos preocupação, antes mesmo do nascimento do filho, fale com família e amigos sobre os cuidados necessários na visita à maternidade. Procure ainda limitar a quantidade de pessoas. Certamente, quem está mais próximo dos futuros papais vai compreender esta atitude.

Que tal escolher alguém especial para ter a missão de espalhar as próximas dicas de etiqueta?

Higiene das mãos

Para contribuir com a preservação da saúde do recém-nascido e evitar contaminações, a higiene das mãos e do antebraço é fundamental. A maioria das maternidades disponibiliza álcool em gel para a higienização das mãos, mas se puder optar pela lavagem com água e sabão, melhor. Para ter garantia de que o bebê estará protegido e até mesmo para repetir a higiene quando necessário, a mamãe pode deixar um frasco com sabonete e outro com álcool em gel à mostra. Um porta-bilhete pode ficar ao lado dos frascos, para lembrar os visitantes sobre esse cuidado de maneira divertida: “Higienize as mãozinhas, ainda sou muito frágil”. Assine com o nome do bebê.

Saúde em dia

Para um recém-nascido que ainda não tem defesas suficientes no organismo contra doenças, um ambiente com pessoas infectadas pode ser muito perigoso. Por isso, se quem pretende visitar o bebê estiver resfriado, com gripe, tosse, infecção, conjuntivite ou qualquer outra doença transmissível, infelizmente deve passar bem longe da maternidade. Para casos assim, uma alternativa simples é realizar uma videochamada, em um momento tranquilo, que permita à mamãe conversar com quem está do outro lado, mostrar o bebê e o ambiente.

Colo e carinho

Todo mundo gosta de carinho, não é mesmo? Apesar disso, o contato com o bebê deve ser feito com muito cuidado. Pode parecer inofensivo, mas um “beijinho” pode ser prejudicial à saúde do recém-nascido, principalmente no rosto, próximo à boca, uma parte do corpo onde há mais facilidade para contaminações. Na maternidade, o ideal é que o bebê fique a maior parte do tempo no colo da mamãe, até mesmo para que ela evite esforços na hora de passar o filho para outra pessoa e ter que pegá-lo de volta. Situações assim podem deixá-la ainda mais cansada. Na chegada do bebê, o colo e o cuidado da mãe são essenciais para criar um elo entre os dois. Quer melhor lugar para se sentir bem acolhido?

 Xô, cigarro!

Que não é permitido fumar em hospitais e maternidades todo mundo sabe, e ninguém espera mesmo que isso vá acontecer. Porém, para visitar o recém-nascido na maternidade, a regra é ainda mais rigorosa: não fumar no dia da visita. Essa atitude simples é necessária porque as toxinas do cigarro podem ficar impregnadas nas roupas e nas mãos e, quando o recém-nascido fica exposto a essas substâncias, tem mais chances de desenvolver doenças respiratórias nas primeiras semanas de vida, como pneumonia. Por mais que pareça exagero, peça ajuda de um amigo ou parente para espalhar essa dica. Lembre-se de que a saúde do filho está em primeiro lugar!

Outras dicas para quem vai visitar o recém-nascido na maternidade:

– Escolha uma data que não seja o dia de nascimento do bebê;

– Avise à mamãe o dia e o horário em que pretende visitá-los;

– Fotografe somente com permissão dos papais e sem uso do flash;

– Não publique fotos nas redes sociais, a não ser que a mamãe peça ou autorize a fazer isso;

– Antes de levar flores, consulte a maternidade e veja se é permitido. Avalie se esta é a melhor opção de mimo;

– Na hora de amamentar, para se sentir mais confortável, a mamãe pode querer ficar sozinha com o bebê;

– Cremes e perfumes com cheiros fortes devem passar longe, para evitar incômodos;

– Seja breve. Essa é a recomendação mais básica para os visitantes;

– Não é um bom momento para críticas e palpites.