Publicado em A chegada do bebê em 26/04/2017

Na hora da amamentação, a mãe deve estar em perfeita sintonia com o seu filho. Para isso, deve escolher um local arejado, confortável e sem muitas interrupções. O recém-nascido deve ser mantido em posição horizontal, virado para o corpo da mãe e com o narizinho bem próximo ao mamilo.

No início, toda mulher sente um pouco de dor na hora da lactação. Os seios estão prontos, mas a mãe ainda não está acostumada com a sucção. Aos poucos, ela vai se habituando, pois amamentar um filho não precisa ser sofrido: é um ato que deve ser prazeroso tanto para a mamãe quanto para o bebê.

Os mamilos variam de mulher para mulher. O mais adequado é conversar com o médico para saber o que se deve fazer para ganhar bico e não sofrer tanto quando for alimentar o bebê.

O mau posicionamento da mamada pode gerar dores nas costas, mamilos rachados e ainda causar uma insatisfação no bebê, fazendo-o chorar com frequência por não conseguir mamar. Lembrando que a melhor posição para amamentar é aquela em que tanto a mãe quanto o bebê sentem-se confortáveis.

Veja as principais posições e orientações para uma boa mamada:

Sentada

  • É a posição mais tradicional, na qual a mulher carrega seu bebê no colo.
  • A mão que estiver livre oferece a mama.
  • O bebê deve ser posicionado de lado, olhando para a mama (barriga do bebê junto ao corpo da mãe).

Invertida

  • É indicada para bebês pequenos e para mulheres com mamas grandes.
  • Pode ser usado um travesseiro para apoio.
  • Segure o bebê em posição invertida, posicionando os pezinhos dele em direção à cabeceira da cama ou sofá.

Cavalinho

  • É adequada para mulheres com mamas grandes e com grande fluxo de leite.
  • Evita que o bebê engasgue.
  • Apoie a cabeça do bebê com uma mão; com a mão livre, posicione a mama para ele.

Lingerie para a fase de amamentação

Quem disse que a lingerie, além de confortável, não deve ser bonita e elegante nesta fase? Conforto, saúde e beleza podem andar juntos. Pensando nisso, a Lillo criou uma linha de lingerie exclusiva para as mamães modernas. Todas as peças têm costura suave e são feitas com tecidos confortáveis e forro de algodão para evitar possíveis irritações.

O fundo das calcinhas Lillo Mamy é mais largo que o das peças comuns, para acompanhar as mudanças do quadril da nova mamãe. Os sutiãs Lillo Mamy atendem à necessidade do corpo da gestante, oferecendo alças mais largas para maior sustentação dos seios durante a fase de amamentação, além de forro em algodão, reforço nas laterais e costuras resistentes.

Opte por sutiãs com elástico mais reforçado, de alça mais larga e ajustável, de algodão (por ser mais confortável) e com fecho para ajustar. Não use modelos muito apertados, com sustentações e barbatanas, pois podem machucar os seios, que estão mais sensíveis. No pós-parto, opte pelos específicos para amamentação, com abertura frontal.

Na hora de escolher a calcinha, prefira os modelos de algodão ou de malha, tipo biquíni (mais baixos) ou na altura do umbigo. Os modelos menos cavados proporcionam maior conforto, principalmente após a cesárea. Também não são indicados tecidos sintéticos, pois como a vagina está mais úmida, podem favorecer a proliferação de fungos.

O que fazer se o bebê se afogar com leite materno

As crianças, especialmente com menos de três anos de idade, são suscetíveis à obstrução e morte devido ao pequeno calibre das suas vias aéreas e à tendência natural de colocar qualquer coisa na boca. Saiba o que fazer se o bebê se afogar com o leite materno:

  • Coloque o bebê de bruços sobre um dos braços.
  • Encaixe o queixo do bebê entre dois dedos para que a cabeça fique firme.
  • Abra as pernas dele, uma para cada lado do braço.
  • Desça o braço 10 centímetros para o corpo ficar levemente inclinado.
  • Com a outra mão, dê leves tapas nas costas para desobstruir as vias aéreas.
  • O líquido deve sair pela boca e pelo nariz.

amamentacao

Aviso-Portal-1