Publicado em Regras da casa em 19/10/2016

A maioria das crianças, depois de brincar, não se importa em guardar seus brinquedos. Por isso, os papais precisam ensinar desde cedo noções de limites, começando pela organização do quarto e dos brinquedos. Não é uma tarefa difícil, basta incluir na rotina da criança. Explique a importância de manter a casa organizada e limpa e ensine, passo a passo, como ela poderá iniciar a organização. São tarefas simples, como não jogar lixo no chão, guardar os brinquedos no lugar, etc. Elas devem entender desde cedo que existem limites que devem ser respeitados.

Com alguns passos simples é possível transformar a rotina do seu filho e deixá-la mais organizada. Para começar, a principal dica é dar o exemplo, pois as atitudes dos filhos são espelhadas nas atitudes e comportamentos dos pais. Quando a mamãe e o papai são organizados, o pequeno tem um modelo a ser seguido.

Planejem juntos

O primeiro passo para introduzir seu filho em uma rotina mais organizada é planejar as atividades do dia a dia e deixá-lo participar no processo de organização. Não tem problema se alguma coisa não sair como o esperado, mas é importante conversar com o pequeno sobre as principais tarefas que devem ser seguidas, principalmente quando a intenção é que se tornem hábitos, como guardar os brinquedos depois de brincar.

Seja colaborativo

Para que o aprendizado seja prazeroso, não é indicado exigir que a criança siga as regras da casa à risca. Na hora de ensiná-la, seja colaborativo. O ideal é dizer “vamos guardar os brinquedos” em vez de “guarde os brinquedos”. Aos poucos, ela perceberá que tem autonomia para fazer isso sozinha e vai se propor a organizar as coisas dela. Outra dica fundamental é dividir as tarefas em casa com os membros da família. Se todo mundo tiver algo para fazer em casa, a criança não achará que só ela tem obrigações.

Brinquedos no lugar certo

Para começar, os brinquedos devem ser organizados em caixas com ajuda do pequeno. Ele precisa entender que isso é necessário, pois a bagunça pode atrapalhar as brincadeiras e até mesmo trazer riscos se os brinquedos estiverem espalhados pelo chão da casa.

Bagunça faz parte

É natural que durante uma determinada brincadeira a bagunça tome conta de algum cômodo da casa, sendo mais comum no quarto da criança. Até porque dificilmente é possível brincar com tintas, por exemplo, sem sujar roupas e outros objetos. Isso não é sinal de desorganização. A criança precisa aproveitar o momento para explorar sua criatividade. Nesse caso, a bagunça é muito saudável!

Tarefas domésticas

A partir dos 2 anos de idade, o pequeno já pode começar a participar de pequenas tarefas da casa que não exigem esforço, como tirar o prato da mesa, colocar a roupa suja no cesto, entre outras. A criança entende mais sobre responsabilidade e pode ficar responsável por guardar grande parte de seus pertences.