Publicado em Família Pais em 25/09/2017

LILLO-finanças-blog

Quando a família recebe a notícia de que um bebê está a caminho, já começa a se preparar para as mudanças que estão por vir. Para os futuros papais, durante a gravidez, as mudanças físicas, emocionais e cotidianas são as mais marcantes. Porém, além dos cuidados com a gestação, é preciso organizar as finanças para a chegada do bebê.

No primeiro ano, as principais despesas com o recém-nascido são muitas: fraldas, equipamentos (como carrinho e bebê conforto), saúde, roupas, alimentação e brinquedos. Portanto, vale a pena se esforçar para colocar o orçamento em dia antes mesmo do nascimento do filho. Anote as dicas no caderninho e mãos à obra. Vamos começar?

  1. Controle os gastos em uma planilha

O primeiro passo para organizar sua vida financeira para a chegada do bebê é colocar tudo na ponta do lápis. Para ficar mais fácil, utilize uma planilha de gastos, facilmente encontrada na internet para download. Anote os rendimentos da família, como salários e renda extra, e todos os gastos, como conta de água e energia. Considere também as dívidas de curto e longo prazo, como compras parceladas no cartão de crédito e financiamentos.

Não se esqueça de incluir os gastos considerados supérfluos, como lazer e refeição fora de casa. Feito isso, fica mais fácil saber como está a situação financeira atual e o que é preciso fazer para equilibrar as contas.

  1. Equilibre os gastos da família

Equilibrar os gastos é indispensável para ter saúde financeira em um dos momentos mais importantes da vida. Para equilibrar as contas, saiba quais são os principais gastos que pesam no bolso da família, como serviços de assinaturas (TV, telefone, internet, streaming de vídeo), alimentação, moradia, lazer, salão de beleza, entre outros.

O ideal é cortar os gastos que pesam no seu orçamento, ou então ao menos reduzi-los. Quando o assunto é economia, dificilmente a família conseguirá manter todos os gastos atuais. Para ficar mais fácil, tenha em mente a importância dessa atitude para a tranquilidade de todos.

  1. Controle os gastos das comemorações

O nascimento do bebê é um momento muito especial para toda a família, o que pode deixar os papais empolgados com os gastos relacionados às comemorações. Nessa hora, o bom senso e a criatividade devem andar de mãos dadas, afinal, os papais já têm uma noção de quais serão os principais gastos com o bebê e como é importante poupar dinheiro.

Em vez de fazer uma superfesta, economize no chá de bebê. Os papais também podem ser criativos no chá de revelação, para não deixar a surpresa passar em branco. Nessa hora, o importante é saber quanto se pode gastar sem prejudicar as demais despesas que estão por vir.

  1. Compre apenas o necessário para o bebê

Um dos maiores erros que comprometem as finanças dos pais é sair comprando tudo o que veem pela frente. Primeiramente, não se sabe o tamanho que o bebê terá ao nascer, portanto, não compre tantas roupinhas para recém-nascido e prefira fraldas de tamanho M e G.

O chá de bebê e o chá de fraldas são boas alternativas para que os papais economizem. Em relação ao brinquedos para o filho, não se preocupe tanto. Os bebês se divertem com brinquedos simples e só vão se importar com isso quando estiverem mais crescidinhos.

Para o desafio ficar mais fácil, os papais podem pensar da seguinte forma: “e se pouparmos esse dinheiro para o futuro da criança?”. Vale mais a pena!