Publicado em Bebê Desenvolvimento em 27/04/2018

Antigamente, a infância era recheada de brincadeiras lúdicas e experiências educativas pela vivência. Hoje em dia, por outro lado, em um mundo onde a evolução tecnológica não para, celulares, tablets e smart TVs são dispositivos que estão cada vez mais presentes na vida das crianças.

Uma das maiores preocupações que isso traz é a possível falta de atividades que estimulem a criatividade, a socialização e o desenvolvimento intelectual das crianças.

No fim das contas, a tecnologia não é inimiga da nova geração. Pelo contrário: se usada de forma correta e sempre supervisionada pelos pais, pode ser de grande utilidade para os filhos. Seja como ferramenta de aprendizado, seja como entretenimento, é importante atentar ao que pode colaborar para o desenvolvimento das crianças.

A seguir, confira como utilizar os dispositivos para estimular a aprendizagem e a diversão dos pequenos.

Miniartista

Com o uso do smartphone, você e seu filho podem criar e editar vídeos e fotos, construindo montagens divertidas em situações do cotidiano da família. Também é válido experimentar aplicativos de criação musical. Com alguns recursos, é possível transformá-los em pequenos artistas.

Canais relevantes

O YouTube é uma plataforma que tem conteúdos relevantes para as crianças, como os desenhos infantis, tutoriais de artesanato, construção de brinquedos com materiais recicláveis e “aulas” que trazem experimentos de maneira dinâmica.

Exploradores  

Que tal levar seu filho para conhecer o mundo? Faça isso sem sair de casa: é possível viajar com as crianças pelo Google Earth e outros aplicativos, que transportam seus usuários para diversos locais famosos do mundo.

Vamos jogar?

Em vez de deixar seu filho sozinho, ocupado com jogos digitais, por que não jogar junto com ele? Crianças se sentem muito mais valorizadas e motivadas ao saber que seus pais se interessam pelo que gostam, e se envolver nos desafios da competição é uma forma saudável de fortalecer os vínculos entre pais e filhos.

Livros digitais

E-books são mais baratos (muitas vezes até gratuitos) e sustentáveis do que os livros convencionais, mas claro que não substituem o prazer de folhear e sentir texturas e cheiros dos impressos. Ainda assim, aproveite a tecnologia para baixar livros diferentes, de acordo com a faixa etária do seu filho, e incentive a leitura de maneira interativa.