Publicado em Cuidados com recém nascido em 11/07/2016

Antes mesmo de entrar em trabalho de parto, a mamãe tem curiosidade de saber o que acontece nos primeiros 60 minutos de vida do bebê. O médico responsável pelo parto e a equipe de enfermagem costumam seguir um roteiro de aferições e exames, que devem ser feitos logo nas primeiras horas de vida após o nascimento do bebê.

Assim que o bebê nasce e deixa a barriga da mamãe, para não perder tanto calor, é enxugado rapidamente. De acordo com o Ministério da Saúde, a temperatura na sala de parto deve ser, no mínimo, de 26°C, para manter a temperatura do corpo do recém-nascido. Este impacto na mudança de temperatura é importante para que o bebê comece a respirar. Em relação ao cordão umbilical, a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) recomenda que seja cortado de um a três minutos após o parto.

Nos primeiros momentos, o bebê também costuma ser levado para ter contato pele a pele com a mamãe, sempre que as condições da mãe e do recém-nascido permitirem. Em seguida, começam as primeiras avaliações necessárias para a vitalidade do bebê, como respiração e presença de mecônio.

Depois, quando o bebê estiver mais aquecido, é colocado em um berço para a realização de exames clínicos que avaliam seu estado de saúde com mais profundidade. No teste de Apgar, são avaliados: a frequência cardíaca, a respiração, o tônus muscular (contração dos músculos), o reflexo (respostas motoras involuntárias) e a cor da pele. O vérnix caseoso, uma substância gordurosa que reveste e protege a pele do recém-nascido, permanece na pele do bebê até que seja dado o primeiro banho, aproximadamente três horas após o nascimento do bebê.

A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) ainda recomenda que o teste do olhinho seja feito nas primeiras horas de vida, para detectar alterações na visão do bebê e até mesmo a cegueira. É um exame simples, rápido e indolor, que consiste na identificação de um reflexo vermelho, que aparece quando um feixe de luz ilumina o olho do bebê. Outros testes que podem ser feitos na maternidade são: teste do pezinho, tipagem sanguínea e teste da orelhinha. Porém, estes testes são realizados após 48 horas de vida.