Publicado em Cuidados com recém nascido em 03/10/2016

Os cuidados diários com a higiene do bebê não exigem grandes habilidades, apenas uma certa organização para preservar o bem-estar da criança. Antes das trocas de fraldas e do banho, por exemplo, a mãe deve separar todos os itens que vão ser usados – fralda, roupinhas, cesto com material de higiene, toalha e sabonete.

Curativos do coto umbilical

Nos primeiros dias de vida, o cordão umbilical do recém-nascido é branco com raias azuladas (devido à presença dos vasos sanguíneos – duas artérias e uma veia).

A queda do coto umbilical se dá, normalmente, do quinto ao décimo quarto dia de vida, dependendo do número de vezes que o curativo é realizado.

Faça curativo do coto com álcool puro e envolva-o em gaze estéril.

É possível ajudar o processo de cicatrização mantendo a área do umbigo limpa e seca. A base do cordão pode ser limpa com hastes flexíveis embebidas em álcool. Na troca de fralda, mantenha o cordão umbilical para fora da fralda, para arejar e permitir a cicatrização mais rapidamente.

Não se deve usar cinteiro nem moeda. Neste período, a limpeza do bebê deve ser feita com algodão, água fervida morna e sabonete neutro, sempre retirando todo o produto e enxugando bem o neném.

Caso o cordão fique com um cheiro desagradável, avermelhado ou com uma área quente em seu entorno, comunique-se imediatamente com o seu pediatra.

Troca de fraldas: limpeza e prevenção de assaduras

Para evitar o aparecimento de assaduras, é recomendável a troca das fraldas o mais frequentemente possível.

Retire bem os resíduos de fezes, usando chumaços de algodão embebidos em líquidos antissépticos, água morna e sabonete infantil. Caso esteja fora de casa, você pode usar lenços umedecidos. Estes procedimentos devem ser adotados mesmo se o bebê não tiver evacuado, pois a decomposição da urina pode provocar assaduras.

As meninas devem ser limpas da frente para trás, usando bolas de algodão ou tecido muito suave.

Nos meninos, limpe o pênis sem forçar o prepúcio para trás. Higienize a área do escroto e abaixo do pênis.

O ideal seria que o seu bebê ficasse peladinho um pouco entre uma troca e outra.

Aplique creme protetor contra assaduras nas trocas de fralda.

Banho

O banho deve ser dado no horário mais quente do dia e a temperatura média da água deve ser de 36,7 graus (existem termômetros que podem ser colocados dentro da banheira com água). Primeiro, faça a higiene dos genitais do bebê. Lave-os tomando cuidado para não entrar água nos ouvidos.

Coloque a roupinha e limpe as narinas e o ouvido com hastes flexíveis, tomando cuidado para não introduzi-las no nariz e no condutor auditivo.

Olhos

Se a criança acordar com secreção no canto dos olhos, limpe-os com uma gaze embebida em soro fisiológico.

Crostas

Resíduos de sabonete e transpiração excessiva são as causas mais comuns das crostinhas. Elas tendem a se instalar na cabeça e atrás das orelhas. Passar óleo de amêndoas no local afetado minutos antes do banho, remover o excesso com um pente fino ou algodão e levar a criança ao banho é a conduta mais indicada.

Unhas do bebê

A unha dos pequenos é mais mole, semelhante a uma pele endurecida. Por isso, são necessários alguns cuidados para prevenir ferimentos ou inflamações. As mãozinhas e as unhas do seu bebê são áreas que também precisam de atenção e limpeza, pois os bebês costumam levar as mãos à boca com muita frequência.

Confira as dicas:

– Lave bem as mãos – as suas e as da criança – com água morna e sabonete;

– Use uma tesoura ou um cortador infantil;

– Fique de olho para não se confundir e ferir a pele;

– Procure realizar um corte mais reto, pois cortes arredondados favorecem o surgimento de unha encravada;

– Não cutuque os cantinhos, pois eles tendem a inflamar com facilidade;

– A lixa ou tesoura usada para tratar as unhas do bebê deve ser somente de uso dele, e não do resto da família, de forma a evitar contaminação e micoses no bebê.

Agasalhos e contatos

Vista o bebê de acordo com a temperatura ambiente. Não o agasalhe muito nos dias quentes e nem o exponha muito nos dias frios. Evite contato com pessoas doentes e que fumem e locais sem ventilação.

aviso-portal