Publicado em Cuidados com o Bebê em 05/01/2017

Nos primeiros meses do bebê, as maiores preocupações dos papais são as cólicas e a dificuldade para fazer o bebê dormir a noite toda. A aromaterapia é uma excelente alternativa para complementar os cuidados com os pequenos, por meio da utilização de óleos essenciais. Como o próprio nome já diz, é uma terapia, do grego therapeia (tratamento), que tem como principal ativo o aroma das plantas, extraído das flores, folhas, sementes, cascas e raízes das plantas e árvores. Para os bebês, esses óleos podem ser aplicados por meio de uma técnica milenar de massagem, a shantala. A naturóloga Ananda Gonzales, do Spa Bonita Express (RJ), esclarece que a aromaterapia pode ser uma aliada dos papais para amenizar as cólicas e também para acalmar o bebê.

Principais cuidados

São poucos os aromaterápicos que podem ser usados nos pequeninos, por exemplo, camomila romana, neroli (flor de laranjeira) e lavanda. “O uso da aromaterapia para bebês deve ser feito com cautela, pois as defesas imunológicas contra doenças respiratórias e alergias estão em desenvolvimento. A pele e o olfato de antes dos 6 anos de idade costumam ser muito sensíveis. Para não ter erro, o ideal é buscar orientação de um profissional, naturólogo ou aromaterapeuta”, esclarece Ananda.

O uso interno de óleos essenciais não é indicado, ou seja, deve ser usado apenas para massagem no corpo. Escolha o óleo de acordo com o que deseja: camomila relaxa o bebê e ajuda a melhorar o sistema digestório, como gases e prisão de ventre; lavanda tem efeito cicatrizante; e neroli (flor de laranjeira) ajuda a acalmar os ânimos do bebê. A naturóloga acrescenta ainda que a quantidade de gotas dos óleos essenciais deve ser levada em consideração: “Para os bebês, uma a três gotinhas são suficientes, sempre diluídas em óleo vegetal 100% puro”.

Como fazer a shantala no bebê?

A shantala, massagem indiana aplicada em bebês, além de acalmar, relaxar e amenizar as cólicas do bebê, promove a circulação, ajuda na digestão, aumenta a flexibilidade e ajuda a fortalecer o vínculo do bebê com a mamãe, papai, vovó… E o melhor: é simples de ser feita. A massagem pode ser feita de maneira preventiva diariamente pela manhã, no mínimo 1 hora após a mamada. Também não é recomendado que a técnica seja feita com o pequeno em jejum.

O tempo da shantala é de aproximadamente 20 minutos. A massagem deve ser iniciada quando a criança estiver tranquila, sem choro. Comece repetindo os movimentos três vezes e vá aumentando gradativamente, até chegar em 10 repetições. Se a ideia é relaxar, faça movimentos suaves e mais lentos. Para estimular o bebê, opte por movimentos mais intensos e rápidos na medida certa.

A seguir, confira o passo a passo da shantala:

  1. Antes de começar a massagem, prepare o ambiente para o momento; se preferir, coloque uma música relaxante e não se esqueça de que a temperatura deve ser agradável para o bebê;
  1. Na palma de uma das mãos, coloque três gotinhas de óleo essencial já diluído em óleo vegetal 100% puro e esfregue uma na outra para aquecer;
  1. Para iniciar a massagem, os dedos precisam ficar juntinhos e as mãos relaxadas;
  1. Comece deslizando a palma e os dedos no peito do bebê e leve-os em direção aos ombros e abaixo do braço; faça os dois lados simultaneamente;
  1. Com uma das mãos, segure delicadamente o punho do bebê, e com a outra, passe por todo o braço até chegar na mãozinha. Faça uma massagem também nos dedinhos (um a um);
  1. O mesmo movimento do passo 4 pode ser feito nas perninhas e nos pés. Segure delicadamente o tornozelo do bebê e com movimentos suaves e circulares massageie a sola do pé e os dedinhos, um a um, começando pelo polegar;
  1. Agora é a vez da pelve (abaixo do abdômen): faça uma conchinha com as mãos e deslize do meio da costela até a pelve. Essa massagem ajuda a aliviar as cólicas do bebê.
  1. Segure as perninhas para o alto e, com o antebraço, massageie a região abdominal suavemente. Em seguida, faça o mesmo movimento usando as mãos.

aromaterapia_para_bebes

ATENÇÃO: A técnica de aromaterapia não substitui a medicina convencional. Como qualquer tratamento, os óleos essenciais devem ser usados sob a orientação de um profissional.

Fonte: Ananda Gonzales é naturóloga no Spa Bonita Express, espaço onde realiza, com uma equipe multidisciplinar (nutricionista e profissional de enfermagem), serviços voltados às gestantes e bebês, como massagens e recuperação da forma física pós-parto.